Contato
Home >> Blog

Buldogue Francês: Conheça os cuidados específicos da raça!

Cachorro no gramado

Gordinho, com gordurinhas por todo corpo, focinho “amassado” e pequenino, há quem diria ser o Pug, caso apenas lhe déssemos essas informações. Contudo as informações a seguir serão do Buldogue Francês que difere da raça Pug, principalmente, devido às suas orelhas em pés.

Essa raça é indicada às pessoas que desejam um cão amável, atencioso, carinhoso, brincalhão e uma ótima companhia. Isso porque é o que esse pet tem a oferecer, além de muito mais.

No entanto dependendo da sua rotina, não recomendamos essa raça, por causa de algumas peculiaridades da sua personalidade. Se deseja entender um pouco mais sobre isso, continue lendo sobre o Buldogue Francês e o conheça tudo sobre a raça.

 

+Veja também Pug: Conheça o temperamento e curiosidades sobre a raça!

 

Condições físicas da raça Buldogue Francês

Pet brincando com bola Fonte: Adoro pets

O nome “Buldogue Francês” é a mistura, realizada por nós brasileiros, entre a língua inglesa e portuguesa. Visto que “Bulldog Francês” é a nomeação comum em outros países. Além disso, você ainda pode chamá-lo por seu apelido fofo: “Frenchie”.

Independentemente da forma como escolha chamá-lo, saiba que esse cachorro não possui origem francesa, mas sim inglesa. Já que seus ancestrais são os famosos Buldogues Ingleses cruzados com outros cães caçadores de ratos.

Apesar disso, essa não é a única mistura. Pois as então conhecidas orelhinhas em pé são interferências elaboradas pelos estadunidenses. Ou seja, podemos dizer que sua procedência é da Inglaterra, França e Estados Unidos.

  • Origem: Inglaterra;
  • Grupo: 9 – cães de companhia, segundo a Federação Cinológica Internacional;
  • Pelagem: curta, brilhante, lisa e macia. Possuindo diversas colorações, sendo as mais comuns, e aceitas pelo Club du Bouledogue Français, o fulvo com ou sem manchas e o tigrado. Porém há também o bicolor (azul e branco), preto tigrado, totalmente preto ou azul e preto e branco;
  • Altura: possui apenas de 30 a 35 centímetros, sendo considerado um cão de pequeno porte;
  • Peso: varia de 8 a 14 quilos, não devendo ser inferior ou superior à essas medidas;
  • Expectativa de vida: vivem, em média, de 12 a 14 anos.

O motivo do “francês” no nome da raça se deve devido ter sido mais bem aceito e popularizado na França. Visto que cães pequenos da raça Buldogue eram considerados incorretos e indesejados.

Entretanto os artesãos ingleses se moveram à Paris, onde promoveram o cruzamento em busca de uma raça pequena, a qual nomearam inicialmente de Bulldog Toy.

A princípio foram utilizados como caçadores de rato ou mesmo cães de companhia. A última sendo a função que se manteve até hoje.



Personalidade: Inteligência, obediência e socialização

Cachorro da raça buldogue frânces Fonte: Raças de cachorro

Desejado não apenas por sua pequeneza, mas também por sua personalidade amável, carinhosa e pidona de carinho e atenção. Podemos dizer que essa raça é para poucos.

Isso porque, às pessoas que possuem pouco tempo disponível aos animais, será um grande problema ao Buldogue Francês. Já que essa raça requer muita atenção e carinho, podendo sofrer na sua ausência. Logo se você realmente não tem muito tempo, uma das raças sugeridas pode ser o Chow Chow.

 

+Veja também Chow Chow: 5 características específicas da raça!

 

Caso contrário, os Buldogues Franceses serão uma ótima pedida. Basta adestrá-los desde cedo, pois podem ser brincalhões demais chegando a ser até mesmo bagunceiros.

Além disso, a raça é completamente enérgica, podendo ser perigosa perto de crianças. Visto que não sabem sua força.

Portanto o treinamento prévio será capaz de ensinar a forma correta de socializar e agradar seu dono. Isso será necessário também, pois os pets da raça costumam ser teimosos, necessitando de mais repetições dos comandos até aprender corretamente.

Por causa de toda essa teimosia e 25 repetições de comandos para o aprendizado, o Frenchie está localizado na 58ª posição de cão mais inteligente do mundo, dentre 79 raças. De acordo com o doutor Stanley Coren, em seu livro A Inteligência dos Cães.

Concluindo sobre seu temperamento, o Buldogue Francês se socializa facilmente com visitas, crianças e outros animais. Além disso, para uma boa convivência, o adestramento será essencial, promovendo um bom comportamento.

O único ponto negativo é que esses animais de estimação não podem ficar sozinhos por muito tempo. Tirando isso, tudo dará certo.

Cuidados específicos do Buldogue Francês

Buldogue frânces Fonte: Wamiz

Assim como com qualquer outro bicho de estimação, você precisa estar atento com a saúde do seu pet. Uma vez que todos possuem uma propensão à determinadas doenças.

No caso do Buldogue Francês, é comum problemas de pele devido às dobrinhas localizadas em todo o corpo do animal, obesidade, doença prematura das vértebras da coluna, dificuldade respiratória e problemas dentários. Sendo assim, todo cuidado é pouco. Procure então:

  • Manter as vacinações, vermífugos, check ups e demais consultas com o médico veterinário em dia;
  • Escovar os dentes do cão três vezes por semana;
  • Permitir a presença da raça dentro da residência, pois não lida bem com mudanças de temperatura;
  • Ter em mente que, embora esse pet não lata muito, o Buldogue Francês pode roncar bastante, por causa do seu focinho achatado;
  • Dar banhos ocasionais, de modo a evitar problemas de pele. Além disso, sempre seque bem as dobrinhas;
  • Exercitar no máximo 30 minutos por dia, pois a dificuldade respiratória atrapalha bastante durante os exercícios físicos. Evite passeios em dias quentes e úmidos;
  • Oferecer muito amor, atenção e carinho, visto que é o que essa raça mais requer;
  • Atentar às refeições, pois uma alimentação desequilibrada pode ocasionar a obesidade.

Seguindo essas indicações, dificilmente seu Buldogue Francês apresentará problemas. Contudo, caso apresente, não deixe de levá-lo ao profissional. Não espere a condição piorar para realizar o diagnóstico médico veterinário.

 

+Veja também Obesidade Canina: Conheça os riscos e saiba como evitar esse problema!

 

Curiosidades sobre a raça

Cachorros brincando Fonte: Robertha barbosa

Não bastando essas informações, acreditamos que algumas curiosidades sempre são bem-vindas. Como por exemplo sua popularidade, iniciada por meio dos quadros do pintor Toulouse-Lautrec que utilizou seu Buldogue Francês como inspiração.

Além disso, em Nova Iorque essa raça foi apresentada na revista Voque, em 1913. Tornando esse pet extremamente famoso, gerando um pico no desejo pela raça.

Por fim, a semelhança entre o Buldogue Francês e o Pug pode não ser mera coincidência. Pois há quem diga que o Frenchie é descendente do Pug e do Buldogue Inglês.

 

Se a sua ideia é ter essa raça ou mesmo já a tem, nem pense em se arrepender da sua decisão. Isso porque o Buldogue Francês até pode ser travesso, bagunceiro e tirar você do sério, mas ele nunca deixará de te amar, não haverá cão mais amável que recebe seu dono com maior felicidade que esse.

Portanto se você também o ama não deixe de dar os melhores cuidados e amor, pois essa raça te dará muito mais.

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.