Contato
Home >> Blog

Yorkshire Terrier: Entenda o temperamento dessa linda raça!

Yorkshire terrier

Dentre as raças caninas, o Yorkshire Terrier é uma das muitas sugeridas às pessoas que desejam um cão de companhia. Ou mesmo uma espécie de cão de guarda.

Isso mesmo, esse cão pode se tornar um grande protetor. Embora apresente pequeno porte, carinha fofa e jeitinho sociável, suas orelhas pontudas elevadas não enganam ninguém. Da mesma forma que as de um Pastor Alemão.

Se essa característica já te deixou curioso, leia mais sobre sua personalidade e cuidados específicos. Os Yorkshire Terriers já atraem muitos amantes de dogs apenas por suas aparências, porém não esqueça que é necessário conhecer sobre os pets para oferecer o melhor cuidado, bem-estar, saúde e qualidade de vida.



Condições físicas da raça Yorkshire Terrier

Cachorro brincando Fonte: Dog hero

Há aqueles que pensam que todas as raças pequenas são de madame, quietas, preguiçosas ou mesmo mimadas. Contudo, o Yorkshire Terrier é considerado uma exceção, assim como o Pinscher e o Maltês.

 

+Veja também Pinscher: Conheça as principais características da raça!

 

É um cão que, por vezes, pode ser confundido com o Maltês. Até porque essa raça é seu ancestral, juntamente com os Terriers, como o extinto Clydesdale Terrier. Tendo esse cruzamento ocorrido durante a Revolução Industrial, quando donos de Terriers foram à Inglaterra em busca de emprego.

  • Origem: Inglaterra;
  • Grupo: 3 – Terriers. Especificamente na seção de companhia, de acordo com a Federação Cinológica Internacional;
  • Pelagem: com pelos finos e sedosos, a maioria apresenta pelagem longa, apesar de alguns possuírem a tosa bebê. As colorações comuns variam, sendo escuras na raiz e claras nas pontas. Podendo ser de cor: azul aço ou castanho dourado;
  • Altura: apenas 23 a 24 centímetros;
  • Peso: de 2 a 4 quilos, podendo ser encontrados cães com peso inferior;
  • Expectativa de vida: em média, vivem de 13 a 16 anos.

O nome Yorkshire Terrier não é por acaso. Já que seu surgimento ocorreu na cidade de Yorkshire.

Além disso, embora seus ancestrais tenham se movido juntamente com seus donos como cães de companhia, os cachorros dessa raça foram utilizados como caçadores. O que explica um pouco sobre suas personalidades.

Temperamento: Inteligência, obediência e socialização

Cão no deitado no gramado Fonte: Cão nosso

O instinto de animal de estimação protetor do Yorkie é algo vindo de sua função de caça aos ratos, logo após seu surgimento. Dessa forma, os cães desta raça são capazes de perceber e alertar sons e presenças estranhas.

Contudo, com o seu passado, o Yorkshire Terrier também trouxe consigo um temperamento ativo e brincalhão que requer atenção de seus donos. Além de ter se tornado corajoso e determinado.

Mas essas características podem variar de acordo com cada pet e seu dono. Isso porque seu caráter adaptável faz com que o cão adquira personalidade semelhante ao de seu dono. Podendo se tornar calmo ou agitado.

Não bastando todas essas vantagens, os Yorkishire Terriers ainda são bastante sociáveis com visitas, crianças e outros animais. Sendo comum esse bicho de estimação pedir por colo.

Sua inteligência se encontra na 27ª posição, dentre outras raças, segundo o doutor Stanley Coren. O que afirma a facilidade em obedecer e aprender novos comandos.

O único problema comum a raça de cães de pequeno porte é a chamada Síndrome do Cão Pequeno. Distúrbio em que cachorrinhos apresentam comportamentos inadequados, como subir e fazer as necessidades em locais inapropriados.

Para lidar com esse problema, é importante mostrar ao Yorkshire Terrier quem é o líder da casa. E adestrá-lo corretamente.



Saúde e cuidados específicos com esse pet

Cachorro da raça yorkshire terrier Fonte: Theculturetrip.com

Semelhantemente à maioria das raças, o Yorkshire é um pet consideravelmente saudável. No entanto dificilmente algum animal de estimação foge dos problemas de saúde.

Sendo assim, devido ao seu tamanho, devemos tomar alguns cuidados de modo a evitar luxações e demais machucados. Além de ficarmos atentos com seus dentes e olhos que podem apresentar infecção ocular.

O bom dessas doenças é que podem ser evitadas, logo é preciso:

  • Manter em dia vacinações, vermífugos e consultas com o médico veterinário. Sabemos que muitos leitores devem estar cansados de ler isso nas listas de cuidados, porém é sempre fundamental lembrar a importância desse ato;
  • Escovar diariamente os pelos dos Yorkies. Isso porque, embora não tenham muita queda de pelo, podem adquirir diversos nós em sua pelagem;
  • Dar dois banhos ao mês com água morna;
  • Não permitir que o pet suba pulando em locais altos, como cama ou sofá. Pois pode prejudicar as articulações e ossos do animal. Caso queira, compre escadinhas próprias a isso;
  • Não carregar ou dar colo com frequência, por causa do mesmo motivo do tópico anterior;
  • Verificar as orelhas do animal, para que não haja acúmulo de sujeira ou cera;
  • Tomar cuidado quando próximos de crianças. Já que, por vezes, elas podem não conhecer sua própria força e machucar o pet;
  • Realizar passeios diários.

Como sempre também, sugerimos que leve o seu bicho de estimação ao profissional sempre que observar alterações comportamentais ou fisiológicas.

Além disso, a realização de passeios ou exercícios físicos serão essenciais para o gasto de energia do animal. Isso também será capaz de mostrar seu amor e carinho pelo Yorkshire Terrier. Pois, apesar da raça conseguir ficar sozinha por um tempo, esse cão requer um pouco de atenção.

Curiosidades sobre o Yorkshire Terrier

Cachorro sentado na grama Fonte: O dono cuida

O Yorkshire Terrier possui algumas peculiaridades mais. Como por exemplo o seu peso inferior a 2 quilos. Algo que pode parecer fofo, mas incomum e sinônimo de falta de saúde. Além de outras curiosidades.

  • Peso inferior ao ideal: comum aos chamados Yorkies “anões”, “minis” ou “micros”. Não é o padrão reconhecido pelo American Kennel Club. Já que essa falta de massa é sinônimo de fragilidade e sensibilidade;
  • Apelidos: acreditamos que poucas pessoas o chamam por seu nome completo “Yorkshire Terrier”. Sendo mais comum conhecê-lo por Yokshire ou Yorkie. Não apenas esses, mas também pode ser chamado de York ou Terrier de Yorkshire;
  • Dificuldade com temperaturas: nem muito frio e nem muito quente é ideal à essa raça. De modo que é importante mantê-lo dentro de casa ou apartamento, pois o bom para esse cão é a temperatura ambiente;
  • Amante da água: não exatamente no quesito de consumir, mas sim de nadar. Sendo uma atividade bem aproveitada pelos Yorkshire Terriers é uma de suas preferidas. Mas não tente jogá-los na água repentinamente ou mesmo deixá-los sozinhos, sempre observe.

Os cuidados com o Yorkshire Terrier podem parecer trabalhoso a primeiro momento, contudo isso não é diferente com outras raças. Já que a partir do momento em que você adquire um pet você deve ter responsabilidade.

 

+Veja também Natação para cachorro: Conheça os benefícios da atividade para seu pet!

 

Não deixe de compartilhar essa informação e outras demais encontradas aqui no site SOS Cãopanheiros. Essa será uma ótima maneira de conhecer mais sobre seu bicho de estimação.

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.