Contato
Home >> Blog

Natação para cachorro: Conheça os benefícios da atividade para seu pet!

Cachorro nadando

A prática de exercícios físicos é algo indicado aos humanos e aos animais, visto que a falta de atividades pode trazer diversas complicações à saúde mental e física de qualquer um. Dentre as atividades recomendadas, você já pensou sobre natação para cachorro?

Esse esporte é pouco realizado pela maioria dos pets que moram em casas e apartamentos. Exceto nos casos em que há piscinas ou são levados à praia. Dessa forma, isso deve ser aprendido, já que nem todos os cães nasceram sabendo nadar.

Assim, como modo de prevenir e tratar doenças, a natação para cachorros é uma ótima recomendação. Sendo essa uma atividade de baixo impacto que favorece diversos fatores da vida de seu bichinho de estimação.

Benefícios

Natação para cachorro Fonte: Canal do pet

Como forma de diminuir o sedentarismo e evitar diversas doenças originadas desse estado, passeios e brincadeiras frequentemente são sugeridos. Logo, são algumas das atividades mais exercidas para a melhoria da qualidade de vida dos animais de estimação e diminuição de tédio e estresse.

Em alguns casos, porém, certos exercícios são dificultados pelas condições físicas do animal, como: obesidade, idade avançada ou disfunção óssea. Para essas circunstâncias, a natação para cachorro é o ideal, pois pode ajudar em:

  • Tratar fraturas, doenças ósseas e estresse muscular;
  • Emagrecer em situação de obesidade;
  • Melhorar a resistência, circulação sanguínea e respiração;
  • Fortalecer os músculos e aumentar a flexibilidade;
  • Cuidar da saúde mental do seu pet, diminuindo estresse, ansiedade e tédio;
  • Refrescar o seu cachorro quando o clima é quente;
  • Reforçar a união entre pet e dono.

A natação para cães pode ser muito benéfica em todos os sentidos, uma vez que seu animal de estimação estará se exercitando e, ao mesmo tempo, se divertindo. Pois ela não se trata apenas de fazer o cachorro nadar de um lado ao outro ou em círculos, mas também ir atrás de objetos flutuantes e brincar com o dono.

Entretanto para todo tipo de atividade é preciso um preparo. Principalmente nesse caso, de modo que o cachorro deve aprender a nadar antes de você resolver jogar o seu pet numa piscina.



Como ensinar natação para cachorro

Cachorro aprendendo nadar Fonte: Canal do pet

A natação é um esporte muito saudável e seguro quando ensinado corretamente.

Nos casos dos cães, apenas algumas raças podem nadar sozinhas assim que nascem, como Golden Retrivier e Labrador. Enquanto outras, de pernas curtas e que nascem propensas às doenças respiratórias, têm certas dificuldades, como Pug e Bulldog.

Apesar disso, todos os animais podem nadar desde que ensinados. Algo que pode iniciar com o costume de entrar na água com o uso de coletes salva-vidas em piscinas rasas.

Às vezes, pode acontecer dos animais de estimação não gostarem do contato com a água ou terem medo. Quando isso acontecer, o indicado é você acompanhar o seu bichinho de estimação e acalmá-lo até que se acostume. A partir daí ele poderá tentar mover as patas e respirar enquanto nada.

A princípio é preciso a companhia de um profissional, veterinário ou adestrador para um correto aprendizado. Visto que inicialmente seu cão terá dificuldades de se movimentar e permanecerá com o focinho acima da água.

Aprender a nadar é extremamente importante a qualquer animal de estimação, mas também há outro conhecimento fundamental: sair da piscina. Portanto não esqueça de ensiná-lo a sair sozinho, caso contrário ele poderá correr riscos.

Cuidados durante o exercício

Cachorro com óculos de natação Fonte: Cultura mix

Ver que o seu animal de estimação aprendeu a nadar é um dos maiores orgulhos de qualquer dono. No entanto os cuidados não devem parar apenas no ensinamento do esporte.

Da mesma forma que uma criança, o seu cão pode ser exposto ao perigo quando você não está atento a ele. Logo observe sempre se:

  • Vacinações e vermífugos estão em dia, principalmente no caso dos filhotes, pois dentro da água eles estarão sujeitos a parasitas e doenças assim como estaria na rua;
  • Seu cachorro não está ingerindo água do mar ou da piscina. A água desses locais pode estar contaminada e ocasionar algumas doenças no seu pet. Além disso, água salgada pode desidratar e causar complicações nos rins;
  • A água do local é adequada ao seu animalzinho. Isso porque mares e lagos podem provocar contaminação, e algumas piscinas não são próprias aos pets e sua pelagem, de acordo com o pH e composição;
  • Há escadas próprias para o cão sair da piscina;
  • Seu animal de estimação está à vontade.

Observar o comportamento do seu bichinho de estimação e as condições do ambiente são essenciais à uma natação para cachorro tranquila e saudável. Contudo não esqueça também de sempre estar próximo a ele, visto que pode ocorrer dele se afogar ou sentir câimbra mesmo sabendo nadar.

Tendo em mente que essa atividade física perdura de 30 a 40 minutos, a natação depende muito do tempo e disposição do dono. Além disso, você deverá tomar os devidos cuidados pós-natação, sendo esses: um banho, seguido por secagem completa e observação de possíveis sintomas de doenças.

Embora a natação para cachorro pareça exaustiva e árdua, é um exercício que proporcionará bem-estar, proximidade e melhoria na qualidade de vida tanto do animal quanto à do dono.



Tipos de natação para cachorro

Pet mergulhando Fonte: Accorhotels.com

Quando nos referimos ao tipo de natação para cachorro, não estamos falando do estilo de nado, como por exemplo: borboleta, cachorrinho ou sincronizado. Os tipos se tratam dos motivos pelo qual o animal de estimação está praticando. Assim os mais conhecidos são:

  • Natação recreativa: voltada à diversão e entretenimento do pet, além de poder se tratar da opção de atividade para melhoria do condicionamento físico;
  • Natação para fins terapêuticos ou hidroterapia: específicos ao tratamento de cães doentes. À reabilitação das partes superiores e inferiores do animal (torácica e pélvica) é sugerida a prática em piscinas fundas, enquanto às artroses e inflamações, se deve utilizar as rasas.

 

Independentemente da razão para a qual você incentive seu cão a praticar a natação, esse exercício será vantajoso à saúde e à diversão do seu pet. Então por que não tentar e proporcionar uma vida longa e satisfatória ao seu amigo de quatro patas?

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.