Contato
Home >> Blog

Petiscos para cachorro: Saiba como escolher o melhor para seu pet!

Cachorro tentando pegar petisco

Quando um dono oferece petiscos para cachorro, todos já sabemos que é semelhante a dar um doce à uma criança. De modo que nossos cães se empolgam, nos obedecem e fazem aquela famosa carinha de pidão.

Se você é um tutor atento, mesmo que minimamente, já deve ter percebido que há diversos tipos dessas guloseimas. Isso porque não são apenas como doces para agradar ao paladar do seu pet. Mas também pode ser essencial à qualidade de vida e bem-estar do seu cão.

Sendo assim, você deve ser rigoroso ao optar por um produto para o seu animal de estimação. Pois, da mesma forma que o petisco para cachorro é benéfico, pode se tornar um vilão à saúde do seu cachorro.



A importância dos petiscos para cachorro

Pote com comida Fonte: Saúde abril

Uma das grandes vantagens do petisco para cachorro é o que chamamos de “reforço positivo”. Técnica muito utilizada durante o adestramento de pets, diferentemente de antigamente que era utilizada a violência quando o animal fazia algo indesejado.

Esse “reforço positivo” pode vir na forma de carinho, elogio, passeio ou as famosas guloseimas caninas, sempre que o seu cão tiver um comportamento positivo. Além disso, os petiscos para cães fazem bem para:

  • Saúde bucal: visto que há marcas e tipos diferentes, têm aqueles muito conhecidos por tratar da higiene bucal do pet. Prevenindo do tártaro, mau hálito e acúmulo de alimento nos dentes;
  • Desenvolvimento e crescimento, de filhotes: proporcionado pela riqueza de nutrientes, principalmente, cálcio e proteínas;
  • Auxiliar no funcionamento do organismo: alguns petiscos podem ter em fibras, ômega 3, vitaminas e outros complementos. De modo a facilitar a digestão, servir como antioxidante, equilibrar a glicemia, entre outras funções;
  • Bem-estar: está muito relacionado à sensação de prazer do pet ao ingerir a guloseima. Assim como é para nós comer algo incomum às refeições principais.

Embora haja esses diversos benefícios, não quero que seja entendido que os petiscos para cachorro são uma forma de substituir remédios e devem ser fornecidos sem rigor.

Dependendo da saúde do seu bicho de estimação, pode se tornar algo fatal, portanto, procure o médico veterinário.

Opções de petiscos caninos

Petisco para cachorro Fonte: Canal do pet

Ao visitar um pet shop, há uma variedade de petiscos para cães podendo o dono encontrar bifinhos, palitos e biscoitos. No entanto uma excelente opção pode ser as guloseimas naturais, caseiras e saudáveis.

Mais natural que frutas, legumes e sementes impossível. Sendo os mais indicados: cenoura, alface, abobrinha, batata, maçã, manga e brócolis. Todos esses alimentos fornecem um auxílio à função do metabolismo e expectativa de vida do animal.

Outra alternativa, são os biscoitos caseiros. Semelhante aos voltados aos humanos, esses podem ser feitos com farinha, óleo, manteiga, ovos e/ou azeite. Sendo acrescentados outros ingredientes da sua preferência, como: mel, aveia, espinafre, cenoura e outras comidas do tipo. Vai da preferência do dono e da busca por receitas.

 

Veja também Cachorro vegano: Prós e contras desse tipo de alimentação!

 

Além disso, lembre-se que nem todos os alimentos você deve dar como petisco, como: cebola, chocolate, uva, abacate, carambola, frutas cítricas e pimenta. Pois esse tipo de comida faz mal aos pets.

Essas opções podem ser uma boa forma de contorna os produtos industrializados, caso você não curta esse tipo de alimento ao seu cachorro. Contudo, mesmo os fornecidos pelo mercado pet, oferecem benefícios à saúde do seu animal de estimação.

Basta escolher corretamente ou pedir a sugestão de um profissional.

Quando oferecer petiscos para cachorro

Cachorro comendo Fonte: Meus animais

Sabemos muito bem que há diversos tutores que oferecem petiscos para os cães a qualquer momento. Mas você sabia que é indicado dar apenas uma quantidade que pode variar de 2 a 10, dependendo do porte e peso do seu animal?

Dessa forma, você e outros donos devem entender a importância do momento certo para esse alimento. Pois, assim como pode reforçar um bom comportamento, por vezes a gente intensifica um mau, quando damos essa guloseima em péssimas horas.

Então, não dê quando o animal faz algo inadequado, como latir, estragas móveis e pular nas pessoas. Porém sim quando se mostram comportados, fazem algo pedido durante o adestramento, realizam algo correto já ensinado ou mesmo quando queremos brincar.

A brincadeira pode ser incentivada colocando um petisco dentro de uma garrafa com furos ou um brinquedo encontrado nos pet shops. Essa será uma boa maneira do seu pet se divertir sozinho e gastar suas energias retirando o petisco ao invés de morder móveis.

Como escolher o melhor para o seu pet

Pet comendo Fonte: Canal do pet

Existem diversas marcas e variações de guloseimas para cães. Dessa forma, se torna cada vez mais difícil ao dono escolher o ideal ao seu filho de quatro patas. No entanto você pode conseguir seguindo algumas dicas.

  • Antes de mais nada consulte o médico veterinário e entenda mais sobre a saúde do seu cachorro. Isso porque, em algumas condições, o petisco pode agravar alguma doença. Como é o caso da obesidade, que leva os tutores a comprarem petiscos light;
  • Pesquise sobre a empresa e a procedência dos produtos, porque as indústrias consideradas melhores, oferecem mais qualidade;
  • Caso não saiba a preferência do seu animal, você pode tentar comprar várias opções e ver qual ele mais gosta.

A partir dessas informações, você será capaz de oferecer muito mais que apenas um petisco que os cães adoram. Também estará proporcionando saúde e qualidade de vida.

Petiscos podem prejudicar a saúde do cão?

Cão com cenoura na boca Fonte: Dog hero

Apesar de os petiscos serem produzidos direcionados aos animais de estimação, nem todos são saudáveis e benéficos aos pets. Por isso, é fundamental a todos os donos ficar atentos ao rótulo dos produtos.

Logo, é sempre bom evitar:

  • Alimentos adocicados e temperados;
  • Guloseimas com nutrientes acima do ideal ao seu pet. Visto que pode agravar alguma doença;
  • Petiscos com corantes, leite e seus derivados. Principalmente aos cães adultos;
  • Oferecer apenas petiscos como alimentação;
  • Comida humana proibida aos animais.

 

Sabendo disso, procure seguir nossas recomendações e também a orientação do médico veterinário do seu animal.

Dessa forma, o seu cão será recompensado, estará mais próximo de você e terá muita saúde e amor para distribuir aos donos.

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.