Contato
Home >> Blog

Sarna canina – O que é, tipos, causa, sintomas e dicas!

Fonte: Pix Ebay

A famosa Sarna Canina é uma doença muito conhecida entre os tutores de pet, sendo temida devido aos incômodos que causa aos cães. Coceira, feridas pelo corpo, entre outros sintomas estão correlacionados diretamente ao aparecimento desta dermatose.

A doença pode se manifestar de várias maneiras. Existem tratamentos e medicações específicos para cada uma.

A primeira ideia que se tem é procurar o medicamento correto de forma rápida, muitas vezes assim, não buscando o diagnóstico certo para o tipo de sarna que o cãozinho foi acometido.

Compilamos aqui algumas informações que serão essenciais para saber como cuidar de seu pet. Dessa forma, fique ligado e venha com a gente através desse artigo saber a melhor conduta para cuidar de seu cãozinho.

O que é sarna canina?

Cachorro com Sarna

Fonte: Chemitec

A Sarna Canina nada mais é que uma infecção de pele causada pelo parasita: Ácaro. Os ácaros se alojam na pele do animal e se alimentam do que contém nela; do sebo, bem como também da queratina presente. A presença da sarna causa coceira intensa na pele do animal, podendo, dessa forma, ocasionar feridas e levar até a outros tipos de doenças.

As feridas surgem e gradativamente irá caindo a pelagem do animal, e caso não seja tratado de forma rápida, poderá ser caminho de proliferação por outros parasitas.

Vale salientar que existem diversas espécies de ácaros, sendo assim, o pet pode ser contaminado por diferentes tipos de Sarnas Caninas. Há 3 principais, que são:

  •   Demodécica (Comumente chamada de: Sarna Negra)
  •   Sarcóptica (Escabiose, apelidada de “Ronha”)
  •   Otodécica (Famosa “Sarna de Ouvido”)

A sarna é um problema que deve ser levado totalmente a sério. Algumas cepas podem ser transmitidas para humanos também, assim sendo, a doença fica caracterizada como uma Zoonose (Doenças que podem passar de animais a humanos).

Saiba diferenciar cada tipo de sarna com a gente e fique atento quanto aos sintomas.

Sintomas da sarna canina

Cachorro com coceira

Fonte: Folha GO

Como falamos aqui, existem diversas cepas de Sarna Canina, no entanto, os sintomas para elas são basicamente parecidos.

Não existem receitas milagrosas ou caseiras para a cura da sarna, como é muito veiculado por aí. Muito cuidado com as informações falsas ou sem fundamentos. O ideal é que cada animal receba sua forma de tratamento de acordo com a peculiaridade que apresenta sua doença. Tenha responsabilidade com a vida de seu pet.

Caso note que ele vem apresentando algum desses sintomas, procure rapidamente um médico veterinário de sua confiança.

Veja os sintomas mais comuns

  • Queda dos Pelos
  • Coceira de forma intensa, levando assim, a feridas.
  • Vermelhidão ou escurecimento da pele do animal
  • Perca de peso
  • Forte odor

Causas

Cãozinho no ambiente

Fonte: Chemitec

A Sarna Canina é causada pelos ácaros que se instalam na pele do animal. Os ácaros são minúsculos e impossíveis de serem vistos a olho nu. Estes podem chegar no cão por meios de diferentes caminhos, são tantos, que se torna difícil saber o principio causador. Existem principalmente no ambiente em que estamos e de diversas maneiras, há ácaros nos tapetes, nos sofás… entre outros locais comuns; Todos eles existindo de forma controlada.

Assim como vivem na pele do animal de forma moderada a maior parte da vida. Porém, em caso de quedas bruscas de imunidade e doenças imunossupressoras, proliferam-se e produzem as substâncias que são as maiores causadoras de alergias, tanto em humanos quanto nos cãezinhos.

Como existem diferentes tipos de Sarnas, há diferentes tipos de contágios. A Sarna Otodécida, por exemplo, é transmitida via contato direto com ambientes, pessoas ou pets contaminados. Por isso, é muito importante saber onde seu animal convive. Ou seja, ela é altamente contagiosa.

Já a Sarna Demodécica, é transmitida apenas da mãe ao filhote, durante a amamentação. Causada pelo ácaro Demodex canis, aparece devido a queda da imunidade e proliferação descontrolada dos ácaros na pele do animal.

 

+Veja também Alergia em cachorros: Causas e tratamentos para o problema!

Como tratar a sarna canina

Cão na grama

Fonte: Ourofino Saúde Animal

A Sarna Canina deve ser tratada com medicamentos específicos, como pomadas para os locais que foram afetados pela sarna, bem como shampoos e banhos com medicações antiácaros também serão importantíssimos para a cura. Lembrando sempre que somente um veterinário poderá prescrever o que for melhor para sarar essa doença que acomete o pet. Pois, como vimos por aqui, há diversos tipos desta.

Para a escabiose e a sarna otodécica, os medicamentos serão tópicos, sendo assim, pomadas, cremes e loções que deverão ser aplicadas diretamente na parte da pele que foi afetada. Evitando assim, a disseminação.

Já sarna demodécica ou conhecida como sarna negra, as loções, banhos e medicamentos tópicos também são indicados. Como é uma forma mais agressiva de Sarna, injeções e remédios para imunidade também poderão ser prescritos.

Caso não haja tratamento adequado, é possível que a sarna se espalhe pelo corpo todo, gerando complicações muito graves. Procure sempre um profissional.

Em suma, o tratamento é feito com remédios vira oral, produtos para banho e medicações tópicas.

Tipos de sarnas caninas

Sarna Otodécica ou Sarna de Ouvido

Sarna de Ouvido

Fonte: Chemitec

A Sarna Otodécica é a sarna que atinge a parte do ouvido do cão. É causada pelo ácaro Otodectes cynotis. Causa coceira e irritação. Com estas, essa sarna pode levar a otite no animal, causando assim, mais complicações.

Devido aos comichões intensos que essa sarna produz, o pet pode apresentar o comportamento de balançar a cabeça repetitivamente e fazer feridas em sua própria orelha.

Esta cepa da sarna não distingue nem raça e nem idade de cães, podendo se manifestar em todas elas. É contagiosa, portanto, durante o tratamento, não deixe seu pet em contato com outros animais saudáveis. A desinfecção do ambiente também é muito importante para o processo de tratamento, bem como, o de prevenção.

 

+Veja também Otite canina: Descubra como evitar e tratar o problema!

Sarna Demodécica ou Sarna Negra

Sarna Negra

Fonte: Pet Rede

A Sarna Demodécica ou Sarna Negra, como é conhecida popularmente, é causada pelo ácaro Demodex canis ou Demodex sp. Infelizmente é um tipo de sarna que o pet precisará cuidar por toda a sua vida, para evitar a disseminação dos ácaros de forma descontrolada.

Este tipo de ácaro é comum na pele de todos os animais, porém, quando surge o advento da imunidade do cãozinho ficar comprometida, ele se manifesta de maneira desordenada, apresentando assim, os sintomas relacionados, como coceira, feridas, entre outros.

A transmissão ocorre durante o processo de amamentação, de mão para filhote. A boa notícia, é que este tipo de Sarna Canina não é contagiosa. Podendo ser apenas hereditária.

Sarna Sarcóptica ou Escabiose

Escabiose Coceira

Fonte: New York Pet

Esta é o tipo de sarna canina mais comum! Causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei, é caracterizada por ser uma zoonose, ou seja, é também transmitida de animais para humanos. Seu sintomas são principalmente as coceiras intensas por todo o corpo, bem como, o caimento dos pelos e a descamação da pele de forma desordenada.

Esta é transmitida via contato direto. Por isso, é tão importante estarmos atentos aos locais onde levamos nossos pets, quanto a procedência e a limpeza.

O contato com o animal infectado deve ser feito com cuidado, assim como a desinfecção do ambiente deve ser severa, para que não haja riscos de contaminação humana, tampouco como a contaminação de novos pets.

Como prevenir a doença

Cachorro no Banho

Fonte: Raças de Cachorro

A princípio, as formas de prevenção da sarna são cuidados comuns e básicos que devem ser seguidos por qualquer tutor de qualquer bichinho, mas, muito importantes contra doenças parasitárias e dermatoses como essa.

Vale salientar que para garantir a saúde do animal, deve-se fazer consultas esporádicas ao veterinário, afim de, exames e avaliações de rotina.

Vamos às dicas

  •  Alguns produtos vendidos em casas de ração podem prevenir sarnas, como Simparic, que também é um remédio contra pulgas e carrapatos. Você pode utiliza-lo como forma de prevenção;
  • Esteja atento e saiba os locais onde seu cachorro tem contato;
  • Disponha de uma boa alimentação, para que a imunidade do cãozinho seja boa;
  • Cuide bem de sua higiene, com banho frequente e produtos de qualidade;
  • Lave e desinfeccione sempre o local onde seu pet fica, assim, poderá evitar disseminação desenfreada de bactérias e ácaros;
  • Não deixe seu cachorro ter contato direto em locais ou animais infectados;
  • Certifique-se que após o banho, o cãozinho está devidamente seco. Em tempos úmido ou frio, faça uso de secador;
  • Evite estresses, para que o sistema imunológico não decaia.

Não há formas exatas de prevenção, assim como nenhum cão está imune a contrair está. Mas com algumas dicas que iremos passar, é possível que a nossa parte como cuidador e responsável pela saúde do nosso amigo, seja feita.

 

Em suma, agora que você já sabe tudo que precisa sobre sarna canina, acompanhe nosso nosso blog e fique inteirado sobre os assuntos mais importantes do mundo pet.

 

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.