Contato
Home >> Blog

Cuidados com animais no verão: Dicas para cuidar do seu pet!

Cachorro bebendo água

Com o início do verão, principalmente no Brasil, não há quem não sofra com as altas temperaturas. Sendo assim, assim como nós precisamos, devemos tomar alguns cuidados com os animais no verão.

Isso porque o verão é traiçoeiro. Visto que há mudanças também na umidade do ar. Essa que varia de seca para muito úmida. De modo a causar problemas na saúde dos nossos animais de estimação quando há carência de cuidados especiais.

Logo a importância dos cuidados com animais no verão está óbvia não apenas na manutenção de uma vida saudável e qualidade de vida. Mas também na prevenção aos possíveis riscos proporcionados pelo calor.



Riscos para a saúde do pet

Cachorro deitado - Cuidados com animais no verão Fonte: Revista algomais

Embora muitas pessoas pensem que o verão não muda muita coisa aos animais, além de apresentar maior necessidade de hidratação e locais frescos. O calor traz consigo perigos que pioram devido às altas temperaturas, como por exemplo:

  • Proliferação de pulgas e carrapatos. Assim é necessário utilizar os produtos corretos para a proteção do animal de estimação. Já que mesmo os pets que pareçam seguros podem adquirir esses parasitas durante os passeios;
  • Doenças parasitárias. Algumas delas são provocadas por pulgas e carrapatos, como a doença do carrapato, já comentado no artigo sobre as seis principais doenças caninas. E até mesmo doenças como a leishmaniose, uma vez que estão mais propensos às picadas de insetos;
  • Dificuldade respiratória, conhecida como insolação ou hipertermia. Problema recorrente principalmente em cães de focinho curto, como Pug e Buldogue. Contudo pode acometer qualquer outra raça. Gerando como pior complicação: convulsões que podem levar à óbito;
  • Desidratação. Que surge principalmente quando não há disponibilidade de água fresca;
  • Queimaduras na pele ou mesmo câncer. De modo que cães e gatos apresentem necessidades que alguns tutores desconhecem.

Você sabia que o verão pode ocasionar todos esses problemas? Independentemente da sua resposta, que tal conhecer alguns cuidados com animais no verão que, talvez, você desconheça? Isso pode ajudar muito ao seu pet e a você.

Até porque nenhum dono deseja o mal ao seu bicho de estimação.

Principais cuidados com animais no verão

Cão passeando Fonte: Portal roma news

Por meio da citação dos possíveis riscos que seu pet pode sofrer, acreditamos que você já deve ter em mente alguns cuidados necessários. Como por exemplo: atenção aos comportamentos do animal, oferecimento de água fresca e cuidados com a pele.

Apesar disso, com esse artigo, buscamos proporcionar a você um melhor conteúdo e conhecimento. Pois assim você será capaz de tratar seu cão ou gato corretamente em qualquer estação. Estando frio ou calor.

Siga as dicas a seguir e tenha um pet saudável e mais feliz durante qualquer estação.



Cuidados com as patas

Muitos donos já conhecem as regras básicas com os cuidados com as patas dos animais, principalmente no verão. No entanto, não apenas no verão, mas também durante qualquer período com climas quentes. Sendo a principal: o evitar passear com o pet em horários mais quentes.

Os horários mais apropriados são aqueles antes das 10 horas e depois das 16 horas. Até porque é o momento em que o calor solar está mais fraco e o asfalto menos quente. Dessa forma, você evitará que as almofadinhas das patinhas do seu animal se queimem, ficando sensíveis e doloridas.

Além disso, não indicamos o uso de sapatinhos aos cães e gatos. Já que as almofadas de suas patas são importantes para a manutenção da temperatura corporal.

Estar atento à transpiração do seu pet

Você já sabia que os animais não transpiram? Isso porque não possuem glândulas sudoríparas, assim como nós humanos. Portanto os pets procuram uma forma diferente para controlar a temperatura dos seus corpos.

Os cães, por exemplo, manifestam o calor por meio do ato de colocar suas línguas para fora da boca. Passando a inspirar e expirar o ar pela boca. Já que o controle de temperatura corporal é realizado por meio de sua respiração.

Nesses casos, para qualquer bicho de estimação, os cuidados com animais no verão, dependerão do fornecimento de água fresca abundante, local arejado, sombra e descanso.

A realização de atividades físicas em excesso também pode ser um grande inimigo durante o calor.

Cuidados com animais no verão –  pele

Sendo mais frequente o aparecimento de ectoparasitas, como pulgas e carrapatos no seu animal, já começamos indicando o uso de produtos contra esses parasitas. Mas não parando nisso, os cuidados com a pele têm a ver com as possíveis queimaduras, doenças de pele e umidade.

Iniciando pelas doenças de pele, o ideal é pedir por uma tosa diferenciada durante os períodos mais quentes do ano. Até porque essa será uma ótima forma de diminuir o calor e evitar a umidade no pelo. O que, consequentemente, pode originar o surgimento de fungos.

Além disso, há pets, como o Labrador, que adoram ficar na piscina. Pois se tratam de cães de água. Sendo assim, sugerimos que dê banhos em seu animal de estimação e o seque corretamente. De modo a prevenir da proliferação de fungos, também.

Para o combate às queimaduras ou mesmo câncer de pele, o mais recomendado é evitar passear com o pet nos horários de intenso sol e passar protetor solar no seu bichinho. Esse produto sendo especificamente de uso veterinário.

Tal método será essencial, uma vez que tanto os cães quanto os gatos apresentam pele branca. Sendo necessário, principalmente, aos animais albinos.

Hidratação

Quando tratamos de cuidados com animais no verão, é difícil não falar sobre a necessidade de hidratação. Fator esse que, por vezes, precisamos incentivar nossos pets, já que esses precisam beber água a cada 15 a 20 minutos, durante o dia.

A água deve ser levada também nos passeios com os seus animais de estimação. Uma vez que a atividade física promove o aumento de calor, enquanto a água auxilia na diminuição.

Caso você perceba que o seu animal não está ingerindo a quantidade necessária, procure trocar a água com mais frequência. Há também a dica de inserir alguns cubos de gelo no potinho de água, de modo a deixá-la mais refrescante. Principalmente, durante a noite.

Cuidados com animais no verão – Alimentação

Você é o tipo de dono que deixa a comida disponível o dia inteiro ao seu animal ou aquele que oferece apenas em horários definidos? Se você costuma deixar o dia inteiro, então já saiba que no verão deve mudar esse hábito.

Isso porque, no calor, a comida costuma se deteriorar rapidamente. Já que em contato com água ou saliva do pet rações secas industrializadas costumam fermentar. Não sendo indicado manter após 30 minutos.

Além disso, com a deterioração da comida, moscas, formigas e ratos são atraídos. Podendo contaminar o alimento do seu animal de estimação.

Portanto recomendamos que passe a oferecer a alimentação em horários mais frescos e locais arejados. No caso de gatos, sabemos que o mais comum é fornecer durante todo o dia. Entretanto tente colocar no potinho pequenas porções durante todo o dia.

Assim, além de água fresca, seu pet terá sempre comida nova.

Higiene

A higiene também está relacionada com os cuidados com a pele já citados, mas principalmente com a frequência de banho. Essa que deve ser diminuída durante todo verão.

Tal fato se dá devido os banhos diminuírem a ação dos produtos contra carrapatos e pulgas. Porém você pode optar também pelos comprimidos, ao invés das pipetas. Visto que esses ficam diretamente no organismo do animal, enquanto as pipetas recobrem toda a pele.

Durante os banhos, analise a pelagem do seu pet e a presença de possíveis parasitas e lesões. Essa será uma boa técnica para prevenir e tratar qualquer doença.

O que deve ser evitado

Cachorro passeando Fonte: Big1news

Sabendo que durante esses períodos mais quentes os pets precisam de cuidados específicos, lembre-se sempre o que deve ser evitado, como:

  • Deixar o animal dentro do carro sozinho. Algo que não se deve mesmo em climas mais amenos;
  • Colocar roupas nos pets. Já que podem aumentar o calor e a umidade no corpo do animal, causando algumas dermatites;
  • Passear nos períodos mais quentes. Evitando queimaduras e câncer na pele;
  • Deixar em locais abafados e expostos ao sol;
  • Manter o alimento por muito tempo no potinho ou mesmo não oferecer água o suficiente. Fatores que podem trazer diversos problemas relacionados ao intestino e à hidratação;
  • Não retirar as sujeiras com frequência. A falta de higiene com o ambiente do animal pode promover a proliferação de insetos. Esses que podem causar doenças;
  • Não o vacinar corretamente.

Esses cuidados com animais no verão também podem ser realizados em períodos mais amenos. Sendo até mesmo recomendados, uma vez que proporcionarão uma melhor qualidade de vida e bem-estar.

 

Logo compartilhe com outros tutores de pets e garanta mais saúde.

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.