Contato
Home >> Blog

Seu bichinho de estimação morreu? Saiba como lidar nessas horas!

Cachorrinho deitado

Aceitar que seu bichinho de estimação morreu é tão difícil quanto se conformar com a perda de um parente ou amigo. Isso porque, igualmente, ele se torna parte da sua família e seu melhor amigo e companheiro.

A dor da perda vem como um baque em qualquer pessoa, durando por muito ou pouco tempo, além de gerar raiva, tristeza, frustração e choro. “Por que os animais vivem tão pouco?” É o que muitos se perguntam.

O tempo de vivência é curto para nós, mas para os nossos pets é o suficiente. Já que eles aprendem a amar e viver muito antes de nós que, muitas vezes, precisamos da vida inteira para aprender.

Se o seu bichinho de estimação morreu, recomendamos sim viver seu luto. Mas, da mesma forma, indicamos que cuide dele até o fim. Ou seja, ofereça um lugar e uma boa maneira para descansar em paz. Dessa forma apresentamos algumas informações importantes neste artigo. Portanto, continue lendo e dê um final feliz ao seu animal de estimação.



Sinais de que seu bichinho de estimação está morrendo

Cachorro deitado no gramado - Bichinho de estimação morreu

Semelhantemente aos humanos, alguns animais de estimação apresentam sintomas de que estão chegando ao final de suas vidas. Essas que, por vezes, são ignoradas ou vistas como algo comum de uma doença ou que logo passará.

Em casos de animais idosos ou doentes, todo dono deve estar mais atento a certos indícios e piora da saúde. Algumas das manifestações de que seu animalzinho está no final da vida podem ser:

  • Desânimo para passear;
  • Comportamentos incomuns, como: agressividade, medo, vômito e diarreia;
  • Alterações bruscas da temperatura corporal ou frequência respiratória;
  • Não comer e nem beber;
  • Ficar muito tempo deitado e ter dificuldade em caminhar.

Os indícios acima não são confirmações de que seu bichinho de estimação irá morrer. Porém, se houver alguma mudança em seu animal, sempre o leve ao médico veterinário. Visto que apenas o profissional será capaz de diagnosticar seu amigo corretamente.

Dependendo das circunstâncias, o veterinário poderá salvar o seu pet ou mesmo diminuir o sofrimento nos últimos momentos de vida. Além disso, caso seu animal de estimação esteja sofrendo muito, as opções sugeridas serão alguns cuidados durante os últimos dias de vida ou a eutanásia.

A eutanásia é um método que consiste em diminuir a dor e o sofrimento do ser por meio do encurtamento de vida, causando a morte livre de dor devido à anestesia dada antes do medicamento.

Enterrar ou cremar: Qual a melhor opção?

Cemitério pets garden - Bichinho de estimação morreu Fonte: Pets garden

Durante nossa vida, em algum momento paramos para pensar qual método preferiremos quando morrer: ser enterrados ou cremados. No entanto isso não acontece quando pensamos em nossos animais de estimação. Até porque não gostamos de imaginar uma vida sem eles.

Apesar disso, se nosso bichinho de estimação morreu, essas questões devem ser pensadas. Já que têm muito a ver com ele, com o meio ambiente e com a nossa saúde.

Enterrar o pet é uma das opções mais desejadas à primeiro momento. Sendo semelhante ao enterro de uma pessoa. No entanto deve ser realizado corretamente, não sendo feito nos quintais. Visto que essa prática oferece riscos à saúde, assim como abandonar animais mortos em lixões ou no mar, pois contamina o solo e os lençóis freáticos, podendo dispersar algumas doenças.

Embora o enterro de animais não seja o mais indicado, também não é impossível. Basta procurar por locais adequados que faça o procedimento apropriadamente, respeitando a profundidade e a maneira de enterrar, como o Pet’s Garden que concede jazigos suspensos, não causando ameaças ao ambiente e à saúde.

Por outro lado, quando seu bichinho de estimação morre, a cremação é a maneira mais sugerida. Possibilitando que você leve consigo os restos mortais de seu animal e crie um memorial.

Independentemente da sua escolha, cremar ou enterrar permitirão um bom descanso ao seu bicho de estimação. Além de um local confortável onde ele poderá permanecer.



Como proceder após o bichinho de estimação morrer

 

Cão e gato - Bichinho de estimação morreu

A escolha entre enterro ou cremação já pareceu um grande obstáculo, mas ainda há a questão sobre: quando o gato ou cão morre onde devo levar?

Clínicas veterinárias

As clínicas veterinárias possibilitam que o dono deixe o animal morto no próprio local. Pois essas pagam taxas à prefeitura, podendo cobrar do dono do animal algum valor para manter e descartar.

Isso mesmo, você leu corretamente essa palavra: descartar. Já que eles são colocados juntos de lixos hospitalares e outros cadáveres, para que então sejam encaminhados aos Centros de Zoonoses para incineração do corpo, não sendo feita individualmente.

Logo, se você amava seu animalzinho, deseja dar paz e possui dinheiro, essa forma não é indicada.

Cemitérios de animais

Quando seu bichinho de estimação morreu, você, assim como muitas pessoas, deve ter pensado no enterro em residências. Porém essa técnica não é indicada devido oferecer riscos à saúde e ao meio ambiente. Além disso, caso você se mude, seu pet não ficará com você.

Desse modo, é indicado a procura por cemitérios de animais adequados que forneçam um bom cuidado pós-morte do seu amigo. Esses locais costumam pedir valores um pouco elevados, de forma que os donos costumam optar pela cremação.

Contudo o enterro de bichos de estimação em cemitérios, pode proporcionar um lugar agradável para o seu pet descansar.

Crematórios especializados

Assim como os cemitérios para animais, há os crematórios especializados que realizam o ato individualmente. Possibilitando que os donos guardem as cinzas dos pets em urnas e as levem para casa.

A cremação será essencial ao animal que esteve com doenças, como: tétano, hepatite e cinomose. Para que essas não contaminem o ambiente e sejam um risco à saúde das pessoas e outros animais

Para ambos os casos de cremação e enterro, a Pet’s Garden é especialista e procura oferecer um local confortável e pacífico ao seu pet. Possuindo áreas verdes repletas de árvores e flores.

Além disso, você pode realizar um funeral ao seu bichinho de estimação da mesma forma que faria a um parente. Visto que disponibilizam caixões e urnas voltados a isso.

Como enfrentar o luto após a morte do meu bichinho de estimação

Filhote de cachorro - Bichinho de estimação morreu

Chorar, se sentir sem chão e vazio, serão etapas do luto de seu animal de estimação. Portanto recomendamos que primeiramente você sinta tudo o que tiver que sentir. Para que então possa aceitar que tudo isso faz parte da vida e que você fez o melhor que pôde a ele.

A vida do seu bichinho de estimação chegar ao fim, não é sua culpa. Não se culpe e desabafe. Se necessário, procure por um profissional para que você possa tratar de toda essa tristeza e não a tenha como um trauma.

Além disso, é sempre bom fazer um ritual de despedida, para que você sinta que completou sua missão. Proporcione um bom final, sabendo que seu pet estará bem.

 

+Veja também Doação de sangue animal: Conheça a importância do procedimento!

 

Serviço

Pet’s Garden

Rio de Janeiro – (21) 99925-9793 (Plantão de Atendimento 24h) | 3325-7704 | 2491-3606

Endereço: Estrada do Morro Cavado, 1.485 Ilha de Guaratiba

Site: Pet’s Garden

E-mail: petsgarden@gmail.com.br

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.