Contato
Home >> Blog

Cães filhotes: Principais cuidados com seu novo bichinho de estimação!

Filhote de cachorro no gramado

Ao pensar na compra ou adoção de pets, a preferência de muitos donos é por gatos ou cães filhotes. Já que você será como um pai/mãe do seu bichinho, sendo capaz de vê-lo crescer e criar um vínculo mais forte que qualquer outro.

Apesar disso, se você está pensando sobre a obtenção de um filhote ou mesmo já o tem, lembre-se que nem tudo são flores. Até porque, assim como um bebê, esse serzinho dependerá de cuidados específicos.

Sendo assim, você precisa saber o que é importante para os cães filhotes crescerem saudáveis e obedientes. Pois, embora cada raça possua uma personalidade própria, nosso tratamento define um pouco do seu comportamento.



O que esperar nos primeiros dias com cães filhotes

Cães filhotes Fonte: Perito animal

Os primeiros dias com cães filhotes não será uma nova experiência apenas a você, mas também ao pequenino. Isso porque o pet estará longe do que considerava sua casa e sua família. Portanto tenha em mente que é comum:

  • Choros e uivos;
  • Comportamento evasivo;
  • Sujeiras, ou seja, fezes e urina em locais incorretos;
  • Pragas, como pulgas e carrapatos, além de ser possível o aparecimento de larvas nas fezes.

As manifestações de personalidade tímida e chorosa não serão permanentes. Isso se deve principalmente ao fato de se tratar de um animal de estimação filhote. De modo que você deverá ter paciência e cuidado ao lidar com o cão. Aproximando-se devagar e mostrando que você não está lá para machucá-lo.

Além disso, você pode utilizar também métodos de relaxamento, como difusores e essências. Esses serão fundamentais para a diminuição dos choros e uivos do pet. Facilitando também a aproximação e criação de laços com o animal.

Não bastando os cuidados referente aos comportamentos do pet, você deverá iniciar as visitas ao veterinário e adestramento para mudança de temperamento. A consulta com o profissional garantirá a boa saúde e bem-estar do seu bicho de estimação. Uma vez que serão realizados check ups e vacinações necessários, durante os três primeiros meses de vida.

Como escolher a melhor ração para essa fase

Cães filhotes se alimentando Fonte: Meus animais

Os primeiros meses de vida dos cachorros recém-nascidos são os mais importantes de todo o ciclo. Isso porque é a fase de desenvolvimento do animal, momento em que se encontram mais indefesos e frágeis.

Dessa forma, você deve se atentar ao optar pela ração ideal para o seu filhote. Até porque essa pode variar de acordo com a raça do pet. Já que cada raça necessita de nutrientes diferentes e algumas são propensas a determinadas doenças.

Em caso de dúvidas, é essencial observar sinais clínicos de problemas ou alterações. Fator que será necessário para o diagnóstico do médico veterinário, profissional que será capaz de sugerir a melhor alimentação para o seu bicho de estimação.

Saiba que não é correto oferecer ração seca ao pet logo nos primeiros meses de vida. Sendo recomendado iniciar a retirada do leite após o fim do primeiro mês de vida e dar ração seca aos três meses de vida. Período em que o animal terá dentes mais firmes.

Portanto, no segundo mês, dê apenas alimentos úmidos próprios a filhotes de cachorro.

Adestramento de cachorros: Quando e como começar

Cachorro filhote brincando Fonte: Gazeta do povo

A primeira resposta à essas perguntas é: você pode começar o adestramento de cães filhotes nos primeiros dias do seu pet. Até porque o animal é capaz de aprender seu próprio nome nos primeiros três meses. Além de que, o treinamento tardio pode promover problemas de comportamento.

Não estamos falando sobre comandos extremos e difíceis aos filhotes, mas sim aqueles mais simples. Como por exemplo: locais para fazer suas necessidades, ensinar a não morder certos objetos e estimular a prática de atividades físicas. Porém isso tudo também dependerá da personalidade do seu bichinho.

Sendo assim:

  1. Observe o temperamento do seu pet nos primeiros dias. Analisando se é mais brincalhão, preguiçoso, agitado ou calmo;
  2. Reserve tempo e paciência ao animal. Pois alguns ensinamentos podem demorar a ser aprendidos. No entanto isso será importante também à troca de afeto e aproximação entre pet e tutor;
  3. Utilize o método do reforço positivo. Esse que pode ser executado com petiscos ou carinhos.
  4. Para tanto, basta repetir o comando do que é correto e quando realizado ofereça um petisco ou afago. Desse modo, o cachorro entenderá que sempre que fizer algo bom, receberá algo bom em troca.

Algumas dicas importantes nesse tópico são:

  1. Jamais dê broncas, punições ou agrida o bicho de estimação. Além de ser um crime, pode causar um tremendo trauma no pet e estimular um comportamento agressivo;
  2. Caso tenha muitas dificuldades, contrate um adestrador profissional. Sempre estando atento ao currículo do profissional.

A partir de então, você terá um cãozinho feliz e obediente. Contudo, não esqueça também de iniciar a socialização nos primeiros três meses. Algo que pode ser feito acostumando o pet com a presença de visitas, outros animais, crianças, barulhos, situações e demais experiências.

Principais cuidados com cães filhotes

Cães filhotes deitados Fonte: Época

O filhote é muito mais dependente e frágil do que muitos podem pensar. Até porque não é como cães de pequeno porte adultos, que já correm e aprontam. São como bebês de cachorros.
Sendo assim, você deverá tomar mais alguns cuidados além das vacinações, alimentação e adestramentos. Esses que se trata dos citados a seguir.

Higienização

Muitos donos ficam com dúvidas sobre a higienização de cães filhotes. Até porque adquirir uma doença é algo fácil nessa fase em que seu sistema imunológico está em desenvolvimento. De modo que seu organismo é tão frágil quanto seu corpinho.

Apesar disso, você pode começar a dar banhos no seu pet alguns dias após a primeira vacinação que ocorre depois de 45 dias de vida. O mais recomendado é a realização dos banhos em pet shops especializados, cuidadosos e higiênicos.

Caso tenha dúvidas ou fique receoso, inicie os banhos apenas após a terceira vacinação. Momento em que seu animalzinho terá um organismo mais forte e protegido.

Se optar por banhar o seu filhote em casa, tome alguns cuidados:

  • Procure um shampoo neutro adequado ao pet. Caso contrário, pode acontecer do seu animal de estimação apresentar alguma dermatite;
  • Dê banho rápido em horários mais quentes. Já que a friagem pode causar o surgimento de doenças;
  • Tome cuidado com as orelhas e focinho do animal. Sendo assim, coloque algodão para que não entre água, prejudicando seus sentidos;
  • Seque o animal com toalha felpuda e secador no “morno”. Mantê-lo seco garantirá sua saúde.

Pense também sobre o uso do shampoo seco. Esse que deve ser passado com um pano e depois seco com um secador.

Acomodação

Não basta apenas comprar uma caminha aos cães filhotes, pense também sobre o tipo de local em que o pet deve ficar. Logo esteja mais próximo ao seu animal e o mantenha em um ambiente com sombra, pouca corrente de ar e o mais calmo possível.

Isso tornará a adaptação do seu bicho de estimação cada vez mais fácil. Entretanto não esqueça de manter a caminha distante do local de alimentação e realização das necessidades. Além de objetos perigosos aos pets, como cabos e produtos de limpeza.

Segurança de cães filhotes

Falando em acomodar o filhote longe de objetos perigosos, então vamos ao tópico que trata da sua segurança. Visto que a distância de certos objetos será essencial para que o animal não consuma algo arriscado à sua saúde.

Procure também:

  • Afastar o animal de plantas não comestíveis, elementos pequenos e aparelhos eletrônicos;
  • Sempre mantenha o ambiente limpo. Retirando as sujeiras do seu pet e evitando a coprofagia. Comum em cães filhotes;
  • Não permita que o bichinho suba e desça de móveis, como sofás e camas. Além de evitar que o pet ande em escadas;
  • Ofereça brinquedos adequados aos cães.

Todos os cuidados são poucos na presença de cães filhotes. Já que nunca sabemos o que eles podem aprontar. Porém, com essas poucas dicas, você será capaz de oferecer o que seu novo pet merece.

 

Inicie os novos cuidados e promova uma boa qualidade de vida ao seu animal de estimação. Esse será o início de uma ótima vida.

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.