Contato
Home >> Blog

Adoção de animais: Dicas importantes sobre esse ato de amor!

Pets - Adoção de animais

Obter um bicho de estimação não está diretamente relacionado a brincar com um animal fofo e ser recebido com amor. Para essa obtenção, você tem duas opções: compra ou adoção de animais.

Ter a companhia de um pet é o mesmo que estar próximo a um amigo. De modo que, ao final de um dia cansativo, ele nos dá amor e carinho, oferecendo grande estímulo contra o estresse e o desânimo. Além disso, também favorecem à nossa saúde física.

Por outro lado, além de ser benéfico a você, adquirir um animal de estimação pode ser bom até mesmo a ele, quando realizado por meio de adoção. Isso porque se trata de um ato de compaixão a seres mais sensíveis e amáveis que foram abandonados, ficando na rua sem um lar.

Por que a adoção de animais é importante

 

Cachorro e gato juntos no gramado Fonte: Bender law

A compra de animais permite que você escolha de acordo com a cor, raça ou fofura, assim, frequentemente os filhotes de raça são os mais comprados. No entanto, a adoção tem muito mais a ver com acolher um ser que hoje se encontra com medo e abandonado. E mostrar o quanto o mundo pode ser carinhoso e bom. Cuidando, sendo responsável e oferecendo amor.

Dessa forma, muitas vezes o próprio dono pode afirmar que foi escolhido pelo seu animal de estimação. Outras vantagens da prática de adotar são:

  • Proporcionar um lar e uma nova vida a um bicho abandonado;
  • Diminuir o índice de animais que vivem na rua em sofrimento;
  • Praticar um ato de compaixão e ser amado pra sempre pelo animal adotado.

Além disso, muitos dos cães e gatos que se encontram nas feiras de adoção desejam mais dar do que ganhar. Já que em suas vidas muito foi tirado e ao ser adotado eles recebem mais do que poderiam imaginar: afeto, casa e família.

Em alguns casos tornando esses animais muito mais alegres e afetuosos.



O que saber antes de adotar

Conhecendo a importância da adoção, é necessário refletir sobre sua vida antes e depois de obter um animal. Isso porque será uma grande reviravolta em sua rotina. É como ter um filho, o que gera responsabilidade, tempo e dinheiro.

1 – Entenda seu motivo

Gatinho sentado na pedra - Adoção de animais Fonte: Fundoswiki.com

A princípio, é preciso ter em mente o porquê de ter um animal de estimação. Pois isso tem muito mais a ver com dar do que receber.

Sendo assim, seu principal objetivo na adoção deve ser os cuidados a ele: alimentação, tratamentos e afeto.

Portanto analise sua rotina e veja se há espaço para mais um comprometimento em sua vida.

2 – Defina qual tipo é o ideal para você

Pessoa com seu pet no colo Fonte: Consumidor moderno

Ao falar em tipo ideal, não nos tratamos da raça ou cor, porém sim da espécie. Essa escolha dependerá essencialmente de fatores como: tamanho da sua residência, tempo disponível e dinheiro.

Isso por consequência da diferença de comportamento de ambos. Já que gatos costumam ser mais independentes, enquanto cães necessitam de mais atenção e cuidados, como: tempo para brincar, passear e dar banho. Entretanto isso pode ser resolvido com serviços como dog walker.

Apesar dos caninos parecerem trabalhosos, eles se mostram mais empolgados, fiéis e demonstram amor a todo momento. Além disso, estimulam a realização de atividades físicas e caminhadas.

Desse modo a escolha entre ambos pode se tornar um pouco mais simples. Qual o seu limitante e estilo de vida?

  • Apartamento: Se você está pensando em adotar um pet e seu apartamento não é muito grande, não se preocupe, existem diversos tipos e portes de pets que se encaixam dentro do seu estilo de vida. Alguns exemplos são: chinchilas, furões, porquinhos da índia, hamsters, cachorros de pequeno e médio porte, além de gatos que se adequam facilmente a pequenos lugares.
  • Casa: Geralmente pessoas que possuem quintal não precisam se preocupar tanto com o porte do pet, já que existe espaço suficiente para as necessidades do animal. Se você não tem bichinho de estimação e pretende adotar, as opções são maiores já que o animal adotado terá espaço para viver. Mas, lembre-se que adotar vai muito além de espaço. Exige tempo, carinho e muitos cuidados com a saúde, então seja consciente e adote o bichinho que melhor combina com seu estilo de vida.

3 – Cuidados com seu pet

Menino cuidado do bichinho de estimação Fonte: Portal melhores amigos

Por fim, outro ponto relevante é ter conhecimento acerca dos cuidados necessários com seu futuro bicho de estimação. Visto que isso também se encaixa entre os fatores para definição da espécie, quando se refere ao dinheiro voltado a ele.

Em geral, todo animal precisará de:

  • Alimentação;
  • Castração;
  • Vacinação;
  • Consultas com o veterinário, às vezes, envolvendo medicamentos;
  • Passeios, brincadeiras, brinquedos e petiscos;
  • Manutenção de uma boa higiene do local em que fica;
  • Educação, realizada pelo próprio dono.

Então, independentemente da sua preferência, você deve entender que seu pet não é um brinquedo e, consequentemente, você deve levar isso a sério da mesma forma que faria, caso fosse um filho. Porque, acima de qualquer coisa, ele continua sendo um ser vivo que precisa de cuidados, afeto e responsabilidade.



Como funciona a adoção de animais

Adoção de animais Fonte: Gazeta online

Antes de descobrir as etapas para a adoção de animais, é fundamental conhecer as regras para a possibilidade desse ato:

  • Só pode adotar quem for maior de 21 anos;
  • Todos que residem no mesmo local, devem estar de acordo com a adoção;
  • Devem ser apresentados documentos de identidade e comprovação de residência.

Seguindo essas normas, é possível adotar qualquer animal de estimação indo a ONGs ou centros de adoção de animais, como a SOS Cãopanheiros. Esses que acolhem animais abandonados e aceitam doação.

Nesses locais há uma diversidade de animais, sendo vira-latas ou mesmo alguns de raça, com variação de idades também. Não sendo impossível encontrar filhotes, caso seja uma de suas preocupações.

Embora essa seja uma chance de você e sua família encontrarem o pet perfeito, nunca se esqueçam que também devem ser igualmente perfeitos a eles. Mas a perfeição que eles conhecem se refere a quem cuida e ama do início ao fim.

 

Então o que acha de adotar um animal ou mesmo recomendar isso a alguém? Você estará ajudando não só a quem irá adotar, mas também ao ser que receberá um lar e uma nova família.

S.O.S. CÃOpanheiros

É uma ONG criada em Dezembro/99, CNPJ: 07.661.890/0001-21, com o propósito de acolher cães de rua que estejam em estado crítico de saúde, extremamente debilitados ou em situação de risco.

SAIBA COMO NOS AJUDAR!

Inscreva-se como associado do S.O.S. Cãopanheiros ou pelo telefone (021) 99766-1180. Passe a receber as noticias e contribuir para a ONG, efetuando depósito mensal em uma de nossas contas.